Meu perfil
BRASIL, Nordeste, JOAO PESSOA, MANGABEIRA, Mulher


Histórico:

- 01/02/2007 a 28/02/2007
- 01/08/2006 a 31/08/2006
- 01/07/2006 a 31/07/2006
- 01/06/2006 a 30/06/2006
- 01/05/2006 a 31/05/2006
- 01/04/2006 a 30/04/2006
- 01/03/2006 a 31/03/2006
- 01/02/2006 a 28/02/2006
- 01/01/2006 a 31/01/2006
- 01/12/2005 a 31/12/2005
- 01/11/2005 a 30/11/2005
- 01/10/2005 a 31/10/2005
- 01/09/2005 a 30/09/2005
- 01/08/2005 a 31/08/2005
- 01/07/2005 a 31/07/2005
- 01/06/2005 a 30/06/2005
- 01/05/2005 a 31/05/2005
- 01/04/2005 a 30/04/2005
- 01/03/2005 a 31/03/2005
- 01/02/2005 a 28/02/2005
- 01/01/2005 a 31/01/2005
- 01/12/2004 a 31/12/2004



Outros sites:

- UOL - O melhor conteúdo
- Voando pelo Céu da Boca (Dira Vieira)
- Eduardo Gomes - Eróticos e Sensuais
- Luiz Alberto Machado - Eróticos
- Engrenagem - André Ricardo Aguiar
- Antonio Mariano
- Luiz de Aquino
- Simone Carneiro Maldonado
- Zumbi, escutando blues - Linaldo Guedes
- Joaquim Evónio - Varanda das Estrelícias
- Mauro Cassane
- André Chalom
- Green Peace
- Oficina Literária
- Ale Carvalho
- Analu
- Literatura clandestina
- Lúmini - Companhia de Dança
- Jornalista de Merda
- Contos sado-masoquistas
- A cena muda
- O Cárcere das Asas
- Amina Ruthar
- Boicote contra Bush
- Diego Remus - Hyperverve
- Educação - Blog da Cremilda
- Cavalo Verde
- Trabalho & Educação
- Carmen Neves
- J.T. Parreira
- Tulio Vianna
- Luciana Pessanha Pires
- Ensinando tolerância - Brasil
- Manuela Fialho
- Território Mulher
- Cibercultura
- Dicionário de Direitos Humanos


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:

Layout por



Leiam também meu novo blog:

http://maria-limeira.zip.net

Saludos.

Maria José Limeira



- Postado por: Zezé Limeira às 10h18 PM
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________




VÔO RASO

Maria José Limeira

 

(Para Kiki)

 

Quando a asa se quebra,

a gente fita com inveja

e sofreguidão

um horizonte-amplidão

cada vez mais longe...



- Postado por: Zezé Limeira às 09h48 AM
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________




VAGAS LUZES

Maria José Limeira

 

(Para Roberto Klotz)

 

No barco do meu ancoradouro

vagas luzes se acendem

e se apagam

como se a noite fosse apenas

o começo do azul

que se anuncia...



- Postado por: Zezé Limeira às 09h47 AM
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________




NAVEGANDO

Roberto Klotz

 

Fui mordido pela rocha,

o vento cozinhou estrela,

a mangueira ficou a vê-la,

defendeu-me a galocha.

 

Bebo água com canivete,

o telefone se retrata,

no discurso do vira-lata,

sola do pé mais três dá sete.

 

Máquina de caldo-de-cana,

picolé sorriu com cautela,

sábado acende a chama.

 

Jacaré tropeçou na goela,

até Baco Ana profana,

tudo é possível com ela.



- Postado por: Zezé Limeira às 09h46 AM
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________





BIOGRAFIA
Maria José Limeira (Ferreira) nasceu em João Pessoa-PB, Brasil, fez curso (incompleto) de Filosofia Pura na UFPB. Presa, em 1964, pelas forças da repressão, no Quartel do 15RI, abandonou seus estudos superiores,auto-exilando-se nas cidades do Rio e São Paulo, onde conviveu com os escritores Aguinaldo Silva, Vinicius de Moraes, Assis Brasil, José Edson Gomes. Conheceu, no Rio, o poeta português e crítico literário Arnaldo Saraiva, da cidade do Porto, que dedicou a ela seu livro ""Encontros/Des-encontros, amizade que perdura até hoje. Retornou à Paraíba nos anos 70, quando ingressou no Jornalismo, começando como repórter até chegar a ocupar cargos de Direção em diversos jornais, inclusive no semanário "O Momento", que ajudou a fundar...

Livros publicados:
"Margem", "Aldeia virgem além", "As portas da cidade ameaçada", "O lado escuro do espelho" (contos); "Olho no vidro"(novelas) e "Luva no grito" (romance). Escreveu também peças teatrais, como "Os maloqueiros", "O transplante" e "O alcoólatra". A peça "Os maloqueiros" recebeu Menção Honrosa em concurso de âmbito nacional promovido pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte-MG. Atualmente, escreve um livro de "Memórias".

Outros textos inéditos:
"Contos da escuridão" (contos), "Todos os seres" (poemas longos), "Crônicas do amanhecer" (crônicas). Foi uma das fundadoras, na Paraíba, do Movimento Feminino Pela Anistia (MFPA-Pb), num esforço conjunto com outras entidades pela promulgação da anistia ampla, geral e irrestrita no Brasil. Atualmente reside em João Pessoa-PB.
Quer entrar em contato comigo? Então escreva:
Email: mlimeira_blog@yahoo.com.br